segunda-feira, 31 de maio de 2010

REFLEXÃO

Retomamos os ensaios no fim de semana passado, mas não conseguimos repetir a dose neste último fim de semana. Motivo: falta de tempo. Sabemos que para conseguirmos chegar ao objetivo de ser uma banda será preciso abrir mão de certos prazeres.

Talvez seja realmente complicado montar uma banda depois dos 30 já que a paciência e as possibilidades de tempo livre, não são as mesmas dos tempos de adolescência ou faculdade.

Talvez precisemos apenas nos focar um pouco mais, já que tempo = prioridade.

Nunca fui bom de cumprir compromissos muito certos no fim de semana, que sempre acho curtos demais.

E enquanto o delírio da mega sena não deixar de ser um delírio (lindo, diga-se de passagem, mas mesmo lindo, só um delírio), abrir mão do “ganha pão” que toma desde as manhãs aos inícios de noites, todos dias, fica fora de questão.

Então, começo a me questionar pra replanejar meu início de noite de cada dia, para que caiba tempo de um ensaio semanal. Mas, do que abrir mão? Pelada (baba, para nós baianos), aulas de tênis, guitarra ou canto?

Talvez um ajustezinho de horários, faça tudo caber nesse cotidiano intenso, que ainda convive com um MBA que me faz “perder” toda noite de uma semana, uma vez por mês.

Talvez não.

Acho que está na hora de utilizar todo o auto conhecimento que a maturidade dos 30 me deu (será?), reconhecer as próprias limitações de ação, de aprendizado, físicas, e apostar no que realmente importa.

E o que realmente importa?

Hora de olhar no espelho.

REFLEXÃO

Olhe no espelho e veja seu reflexo
Ao mesmo tempo por instinto há uma reflexão

É demorado e cansativo esse processo
Se arrastando lentamente como uma procissão

Pouco depois há um conflito, um protesto
Um medo e um pedido de proteção

Um desespero e a busca de um acesso
Qualquer caminho que leve à ascensão

(trecho de letra da música Reflexão, que compus há tempos e que não pretendo gravar por enquanto) 

12 comentários:

  1. Ola, vim retribui a visita lá do meu blog!
    Nossa, tempo é sempre um problema para todos, como sempre.

    ResponderExcluir
  2. para uma libriana estabelecer prioridades é sempre uma dificuldadeeeee enorme 'aquela que quer tudo',mas enfim..

    Um desespero e a busca de um acesso
    Qualquer caminho que leve à ascensão

    sem modéstia é tão a gente!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Hehehe... acho que percorrer "o caminho" = ascender. Mesmo qdo temos a impressão que estmaos caindo. bjos, Letícia!

    ResponderExcluir
  5. Vim agradecer pelas lindas palavras escritas no meu Blog...e aproveitar para ler mais um pouco das tuas palavras por aqui...apareça quando quiser.

    ResponderExcluir
  6. Dê, aquelas palavras são parte da letra de Pé No Breque, que pod ser ouvida na coluna ao lado. Muitas mulheres se identificam com essa letra. Obrigado, volte sempre. Bjo

    ResponderExcluir
  7. Valeu Rebeca e Jota Cê, depois confiro o seu blog. Apareceça! Abraços

    ResponderExcluir
  8. Ilhados,

    Muito bacana poder transformar um sonho em realidade, principalmente formando uma banda e cantando o que sente. E tempo requer tempo, por isso temos que dar essa prioridade toda quando almejamos algo.

    Espero não perder contato, viu?

    Que seu dia seja de luz.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  9. POis é, estamos tentando... E acho que se fosse fácil, não teria graça... Obrigado! Agora já conhece o caminho. bj

    ResponderExcluir
  10. É difícil focar sem perder de algum modo o foco em parte do processo.
    Pare um pouco de pensar e "sinta" suas prioridades...passamos tempo demais pensando em prioridades racionalmente e nem assim há garantias de que o processo nos leve ao que queremos.
    Na fase dos 30, as coisas me parecem sempre urgentes..."Um desespero e a busca de um acesso,
    Qualquer caminho que leve à ascensão."

    ResponderExcluir